Ensino Fundamental I

Ensino Fundamental I ( 1º ao 5º ano)

No Instituto Auxiladora, os alunos do 2º ao 5º ano aprendem pela experiência, testando hipóteses, fazendo observações e descobertas.

Nesta fase, ler e escrever ganham contornos especiais, pois a alfabetização é meta essencial em todas as áreas do conhecimento.

Os alunos aprendem por meio de situações desafiadoras, que exijam a mobilização de conhecimento, o enfrentamento e a resolução de problemas. Aprender a ser, aprender a conviver, aprender a fazer são metas essenciais nesta fase.

O Ensino Fundamental no Instituto Auxiliadora tem por objetivo a formação básica do cidadão, mediante:

  • o desenvolvimento da capacidade de aprender, tendo como meio básico o pleno domínio da leitura, da escrita e do cálculo;

  • a compreensão do ambiente natural e social, do sistema político, da tecnologia, das artes e dos valores em que se fundamental a sociedade;

  • o desenvolvimento da capacidade de aprendizagem, tendo em vista a aquisição de conhecimentos e habilidades e a formação de atitudes e valores;

  • o fortalecimento dos vínculos de família, dos laços de solidariedade humana e de tolerância recíproca em que assenta a vida social.

A prática do Ensino Fundamental deve se organizar de modo que as crianças desenvolvam as seguintes competências e habilidades:

  • compreender a cidadania como participação social e política, assim como exercício de direitos e deveres políticos, civis e sociais, adotando, no dia-a-dia, atitudes de solidariedade, cooperação e repúdio as injustiças, respeitando o outro e exigindo para si o mesmo respeito;

  • posicionar-se de maneira crítica, responsável e construtiva nas diferentes situações sociais, utilizando o diálogo como forma de mediar conflitos e de tomar decisões coletivas;

  • conhecer características fundamentais do Brasil nas dimensões sociais, materiais e culturais como meio para construir progressivamente a noção de identidade nacional e pessoal e o sentimento de pertinência ao País;

  • conhecer e valorizar a pluralidade do patrimônio sociocultural de outros povos e nações, posicionando-se contra qualquer discriminação baseada em diferenças culturais, de classe social, de crenças, de sexo, de etnia ou outras características individuais sociais;

  • percebe-se integrante, dependente e agente transformador do ambiente, identificando seus elementos e as interações entre eles, contribuindo ativamente para a melhoria do meio ambiente;

  • desenvolver o conhecimento ajustado de si mesmo e o sentimento de confiança em suas capacidades afetiva, física, cognitiva, ética, estética, de inter-relação pessoal e de inserção social, para agir com perseverança na busca de conhecimento e no exercício da cidadania;

  • conhecer e cuidar do próprio corpo, valorizando e adotando hábitos saudáveis como um dos aspectos básicos da qualidade de vida e agindo com responsabilidade em relação à sua saúde e a saúde coletiva;

  • utilizar as diferentes linguagens - verbal, matemática, gráfica, plástica e corporal - como meio para produzir, expressar e comunicar suas idéias, interpretar e usufruir das produções culturais, em contextos públicos e privados, atendendo a diferentes intenções e situações de comunicação;

  • saber utilizar diferentes fontes de informação e recursos tecnológicos para adquirir e construir conhecimentos;

  • questionar a realidade, formulando-se problemas e tratando de resolvê-los, utilizando para isso o pensamento lógico, a criatividade, a intuição, a capacidade de análise crítica, selecionando procedimentos e verificando sua adequação.

Assim, através dos educadores, utilizando-se de atividades diversificadas e tecnologias apropriadas e da metodologia do Grupo Cooperativo, trabalhamos para que nossos alunos aprendam a conhecer, a fazer, a viver juntos, a viver com os outros e a ser um cidadão honesto, porque bom cristão.

Do Sistema de Avaliação da Aprendizagem:

A avaliação do aproveitamento escolar do aluno é um processo contínuo, observando-se a preponderância dos aspectos qualitativos sobre os quantitativos e o mínimo considerado necessário em termos de conhecimentos, competências e habilidades em cada componente curricular, em consonância com os objetivos da educação e a filosofia de nossa escola.

No Ensino Fundamental a avaliação do aproveitamento deve incidir sobre o desempenho do aluno em diferentes experiências, levando sempre em consideração os objetivos visados, compreendendo a verificação do aproveitamento, a aquisição das competências e habilidades e a apuração da assiduidade.

No 1º Ano do Ensino Fundamental I, a avaliação é global, com base no acompanhamento, observação e registro das atividades desenvolvidas pelos alunos, registrando o desempenho através de relatórios semestrais.

Ao final de cada semestre do 1º Ano do Ensino Fundamental, os relatórios são analisados e são atribuídos conceitos - Muito Bom (MB), Bom(B), Regular(R) e Não Satisfatório (NS) nas disciplinas do Plano Curricular vigente.

O resultado do rendimento escolar dos alunos são expressos por meio de número de pontos com o total de 100 (cem) pontos, assim distribuídos:

  • 1º Trimestre: 30 pontos, com o mínimo de 60% = 18 pontos;
  • 2º Trimestre: 35 pontos, com o mínimo de 60% = 21 pontos;
  • 3º Trimestre: 35 pontos, com o mínimo de 60% = 21 pontos.

Ao final do ano letivo, é considerado aprovado o aluno que obtiver no mínimo 60% dos pontos distribuídos nos três trimestres em cada componente curricular e freqüência mínima de 75% do total de horas letivas.

Horário do Ensino Fundamental I (1º ao 5º Ano)

  • Turno: 13h às 17h30.

Atividades Extra-Curriculares:

  • Inglês
  • Ballet
  • Volley
  • Futsal